Saudade existe pra quem sabe ter?

As coisas que machucam de verdade e por muito tempo são as coisas boas. As ruins acontecem, machucam e passam. As boas machucam sempre que não podem se repetir ou já passaram e não voltam mais, mesmo que nos façam sorrir de emoção quando lembramos delas.

Assim como perder alguém, dói por saber que os bons momentos vão ficar se repetindo pra sempre e o tempo todo, porém apenas na memória e no coração, não mais fisicamente.

Por isso hoje passei um dia bem tristinho, já que seria aniversário de alguém que eu queria muito poder abraçar, comemorar e dizer coisas que, apesar de não ter tido chance enquanto ele estava vivo, sei que deixei claras com minhas ações.

Vô, lembro de não ver a hora do dia passar pra eu ir deitar com você assistir TV e ouvir suas histórias. Lembro de esperar ansiosamente a gente pegar a velha Kombi quando eu era criançinha e ir pra chacará e eu me esconder pra vó não saber que eu estava junto pra visita-lá.

Lembro que sua frase que mais se parecia com alguém querendo ser bravo, era: ”Ai ai, vai ter linguiça na porta”. E na verdade isso sempre era dito com um sorriso no rosto.

Lembro, mais ainda da nossa música, que você iniciava toda vez que me via com: ”Laurellinha, Laurellinha do…” e eu encerrava ”meu coração”.

Lembro de ficar correndo pelo restaurante Solar até cansar e ralar os joelhos, ir chorando pro colo do vô e ele me benzer: ”Te benzo, te curo, com bosta de burro”. Depois dessa eu ficava rindo tanto que nem lembrava mais da dor.

Ainda não me acostumei com o fato de não estar mais entre nós, a ficha demora pra cair…

Te amo, sinto tua falta.

Obrigada por tudo que fez por mim durante sua vida e por fazer parte de quem sou hoje, sei que se estou onde estou você tem uma boa porcentagem de responsabilidade. Obrigada por me dar o prazer e privilégio da sua companhia durante anos e me ensinar que a vida é feita de felicidade e de amor.

E pra responder a pergunta do título, tá errado o autor que diz que ”Saudade existe pra quem sabe ter”. Eu, definitivamente só sei morrer de saudade.

Um beijo e perdoem o desabafo, não podia deixar em branco.

Anúncios

Barcelona Pt. 2 – Parque Guell

Assim como a Sagrada Familia, o parque Guell também foi projetado por Gaudí.

Chegamos ao parque pelo caminho mais COMPLICADO de todos (que não foi essa da foto acima). Pagamos todas as nossas promessas, já que apesar de haver mais ou menos 10 escadas rolantes ajudando a chegar no parque, ainda assim haviam partes da ladeira que tínhamos que subir a pé.

Chegando lá em cima vejam só a visão que se tem de barcelona, vale a pena subir tudo, né?

TEM QUE CLICAR PRA AMPLIAR PORQUE É GIGANTE

Depois de ficar passeando por um caminho meio sinistro do parque, com uma ”florestinha aberta” chegamos finalmente ao coração do parque…

De primeira um lugar pra beber água. Bem projetado já que quando as pessoas chegam nesse lugar estão morrendo de sede de tanto andar! haha

Eu matei minha sede sem frescura!

Depois que você bebe água, levanta, olha pros lados e vê essas maravilhas:

Depois de se maravilhar nessa lugar lindo, você desce essa escadinha:

E aí você entra alí no tunel e pode tirar uma foto assim :)

Aíiiiii, você continua descendo e chega aqui nessa maravilha com o teto cheio de mosaicos feitos por Gaudí.

A essa altura já estávamos próximas da entrada (que seria nossa saída).

Já se despedindo do parque, encontramos uma moça segurando uma camera da SPORTV brasil. Hahaha! Conversamos com ela, ela perguntou sobre nossa viagem e nos contou sobre o trabalho dela. E ainda pediu ajuda pra gravar uma fala dela.

Só pra constar: na Sagrada Familia encontramos um bando de brasileiros que nos pediram pra tirar fotos, depois encontramos essa jornalista, e enquanto conversávamos chegou um carioca pra falar sobre o quanto o mar de barcelona é lindo (não pude ver). Tem muito brasileiro pela espanha, só digo isso! Haha

E aí, o parque guell não é magnífico? Estou apaixonada e não vejo a hora de voltar em Barcelona! :)

Beijos

Barcelona Pt. 1 – Sagrada Familia

Então, já contei aqui que fui pra Barcelona pela faculdade na última sexta-feira, né? Fomos pra uma exposição. Fato é que eram exposições de design de interiores e de produto e não havia nada de design gráfico. Entendiadas, eu, Raissa e Carol pedimos permissão pra passear pela cidade e encontrarmos o grupo na hora de ir embora. Pra nossa felicidade o professor permitiu sem problemas.

Fomos logo procurar a estação mais próxima pra correr pra Sagrada Familia. Não dá pra dizer que fui a Barcelona se não conhecesse o templo, né?

Ainda em construção, a basílica foi iniciada em 1882 pelo famoso GAUDÍ.

Sabiam que é o monumento mais visitado da espanha? Começou com estilo neogótico, mas ao final ela não vai se parecer com o que gaudí começou porque o mesmo se recusou a finalizar todos os desenhos, não era esse o desejo dele.

Uma coisa interessante que uma amiga, a Rosana me disse ontem, é que ele (Gaudí) disse que a Sagrada Familia vai ser o segundo ponto mais alto de Barcelona, já o primeiro é um morro (não sei se o Tibidabo ou o Montjuic) porque nada pode ser mais alto do que o que Deus fez. Então a obra arquitetônica só não vai ser mais grandiosa do que a bela natureza de Barcelona.

Saindo da Sagrada Familia, corremos pro metrô pra dar tempo de visitar o lindo Parque Guell.

Quando estavamos entrando na estação, olhei pra trás pra ver se Carol já tinha passado o bilhete. Quando me viro, vejo umas figuras se agarrando de forma peculiar e dou risada. Aí o grupo começa a rir também e me pede pra tirar fotos! Hahaha.

O mais curioso foi que enquanto eu estava tirando as fotos eles começaram a cantar: ”Mossa, Mossa, assim você me mata” (aham, desse jeito). E eu imediatamente começei a procurar em mim algo que me identificasse como brasileira, mas não tinha nada. Fiquei pensando ”Como eles sabem?”

Depois da foto eles viraram pra gente e perguntaram: ”What’s your name?”

HAHAHA.. e outro disse: ”Elas não parecem ser americanas nem inglesas…”

Aí falei que erámos do Brasil, local onde surgiu a música que estavam cantando. Ficaram felizes e falaram de futebol e samba. (pra variar)

Assustadas continuamos caminhando para pegar o metrô! Hahahha

Nota mental: O povo de Barcelona é muito mais amigável do que o de Madrid.

Em seguida vou fazer um post APENAS sobre o parque Guell já que são muitas fotos e detalhes! :)

FAD – Mater

Tive a felicidade de estar na aula certa e na hora certa. Minha turma de história da arte foi convidada para ir a um passeio em Barcelona para conhecer um museu de arte e design. Lógico que não recusei, coloquei correndo o nome na lista.

Saímos às 2h da madrugada e chegamos no museu às 10h da manhã (LONGE).

A exposição era no FAD e tem o nome de Mater (Centro de materiales da FAD), e não tinha muito de design gráfico. Era mais design de produtos, interiores e moda, mas ainda assim não parecia nada disso, eram mais como experimentos físicos, químicos e científicos. São projetos muito bem desenvolvidos e interessantes. Mas, ainda penso em design de produtos como fazer objetos levando em conta a ergonomia, e não pensando em toda sua mecânica, por isso me pareceram mais coisas de engenharia. Mas valeu a pena, eram interessantes.

Vou mostrar uns exemplos de coisas muito peculiares que vi, mas não esperem que eu saiba explicar todas.

Essa casa foi projetada para se adequar ao clima, e esquentar ou esfriar conforme o inverso do que está lá fora. Como? Não entendi. Mas estou pesquisando sobre os experimentos no site: http://es.materfad.com/material

Caso se interesse, visite o site porque é ótimo.

Pílulas de insulina, que dispensam o uso de injeções de risco em diabéticos.

Juro que esse foi o que mais me esforcei pra entender. Mas imagine alguém explicando pra você algo bem complexo em espanhol? Em português eu já fico cheia de dúvidas…

No video mostrava uma cirurgia de câncer cerebral, no momento em que vão fechar o cérebro depois da operação. Eles colocam o crânio e 4 pinos, depois injetam um líquido e o pino entra dentro do cérebro rosqueando sem intervenção de nada. Pelo que entendi o material tem a propriedade de se desfazer e depois de alguns segundos voltar às suas propriedades físicas normais. E se você for um designer e tiver inventado isso, só digo uma coisa: o design aqui na espanha tá bem mais avançado.

Tenho milhares de fotos, mas não sei explicar os projetos, vou postar algumas interessantes só para curiosidade.

Pra quem ficou interessado na exposição, pode visitar o blog e o site:

http://es.materfad.com/materiales

http://blog.materfad.com/

Descobrindo o Light Paint

Brincando com as nossas câmeras (Eu, Carol e Raissa) acabamos sem querer chegando a um efeito de light painting. Limitadas ao ambiente interno da nossa casa, ficamos fazendo besteiras na sala com dois ipods e nossas câmeras.

Essa eu fiz sozinha e apaixonada. Hahaha. (carol fotografando)

Eu e Raissa fazendo um arquivo sem nome.

Do lado esquerdo não sei o que Raissa queria fazer, mas tentei desenhar uma maçã. Rs.

A flor de Raissa e meu nombre!

Bob esponja(???) de lado, por Raissa. E meu pirulito.

Algum desenho de Raissa e minha estrela.

Raissa escreveu ”Call me maybe” (acredite). E eu desenhei esse celular lindo! (cadê?)

Madrid, bela Madrid

Ontem fui a Madrid. Logo que saímos da estação nos demos de cara com a Plaza del Sol.

Falando em estação, olhem como ela é linda:

E a praça também, muito bonita.

Quando chegamos estava tendo um protesto, vejam se entendem o motivo:

A fonte mais de perto. É linda, não?

Mas confesso que me apaixonei muito mais por ela a noite.

E os monumentos com o sol de fim de tarde não deixam nada a desejar.

E o simbolo de Madrid…

A praça é rodeada por diversas lojas comerciais e restaurantes. As pessoas vestidas de personagens eu fotografei nessa praça. Haviam muitas famílias e turistas lá, é um bom lugar pra se ir num domingo.

Carol aproveitou e comprou sua camera linda na FNAC.

Não podia deixar de mostrar meu copo de Frappuccino do Starbucks (que não tava gostoso), porque eles escreveram meu nome bem assim, eu não cortei a foto. Sou Laurel agora.

Foi bem divertido tomar isso na rua, no friozinho. (Frappuccino é um milkshake)

Não lembro exatamente se estávamos no ”El corte inglês” ou na FNAC quando tirei essa foto, mas desejei muito essas caixinhas com as animações mais perfeitas da Disney-pixar, vem com DVD e com livro. Não são lindas? Coloquei as minhas favoritas juntas pra fotografar. Chorei em todas, juro! hahaha

Também vi esses caderninhos dessas bonequinhas que eu adoro: kimmidoll. (Isinha me apresentou e eu gamei demais, agora sempre que vejo fico querendo comprar – porém tudo delas é bem carinho)

Essa boneca era linda, nem vi o preço, mas as outras do mesmo tamanho custavam uns 17 Euros (1 real = 2.60 euros). Mas essa branquinha era um edição especial, tava numa embalagem toda diferenciada.

Olhem só que lindinhas elas são. (Aquela gigante não estava a venda)

Também foi pra minha wishlist essas canequinhas lindas da PANTONE. Tem até o número de referência da cor. Qualquer designer baba muito nessas coisas. Aii :~

Quando se chega na praça pela estação de metro, se olhar a direita vai ver a loja da SEPHORA, gigante e (nem preciso dizer) perfeita. Eu entro e fico especulando os preços, mas dá vontade de comprar tudo. Tinha milhares de perfumes e maquiagens de todas as marcas possíveis. Fiquei lembrando da Isa, porque tem tudo que ela sempre fala/mostra. Hahaha.

Perfuminho delicioso que ela ficou falando e falando e falaaaaando que queria! hahhaa, arrisquei tirar a foto pra ela ver.

E depois algumas coisinhas da urban decay que sei que ela adora. A bixinha fica despertando em mim a vontade de comprar todas essas coisas! hahahaha! Era pra ela estar aqui junto com a gente! (Sim, tô com saudade da minha miguxinha!)

Madrid é o máximo, né?

E o carnaval espanhol?

Hoje fui à Madrid para manter as tradições dos finais de semana na grande capital.

Chegando lá me deparei com pessoas vestidas de diversos personagens na praça mais famosa da cidade. Será que as pessoas no carnaval aqui, saem para rua fantasiadas ou só algumas fazem isso para ganhar a vida? Já que todos os fantasiados estavam cobrando por fotos e etc.

Bom, sendo pelo carnaval ou não, me diverti bastante vendo e fotografando essas graçinhas:

SMURFS

SIMPSONS

COOKIE MONSTER

BOB ESPONJA E PATRICK

BOB ESPONJA E PATRICK

MICKEY E MINNIE

As meninas do fantoche humano…

A coisa mais nojenta que vi o dia todo…

Gostei disso…

Perucona bacana

JACK SPARROW!

Estátua humana

E aí, gostaram das belezinhas que encontrei em apenas UMA praça de Madrid?